Desabafo

Eu me importo com as agonias
As decepções, as mágoas
Porque elas incomodam
Porque existem pessoas
Que são chatas, inconveniente
Prepotente, miserável
Sem amor. sem coração
Eu me incomodo com as confusões
Porque eu não gosto de brigas
de arrogância e vítimas
Que não são, se fazem
A vida é passageira
Mas o dia a dia
É constante e cheio de problemas
As emoções vivem a flor da pele
As pessoas querem brigar ter razão
Não se emocionam, não tem amor
Não vive sem o ódio
Sem a discórdia
Eu me importo por me agredirem
Me importam por dizer
Aquilo que não sou
Eu me importo em falar
Com Deus
E pedir-lhe ajuda
Eu me importo com a ignorância
Que as pessoas tem
E fazem dela sua arma mortal
Eu me importo com o fingidor
Que finge que é bom
Eu me importo com pessoas
Falsas que te abraça
Com ar de bondade
Coisa que não existe
Eu me importo quando
Me deixam com raiva
Depois viram santos
Eu me importo com
Gente que faz fofoca
E nem sabe o que aconteceu
Eu me importo com a falta de amor
Que as pessoas não tem
E pra encerrar é bom ter cuidado
A vida pode te derrubar




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A tristeza que sinto agora

Trapo

Vontades paradas no tempo